Rio de Janeiro quer estender estado de calamidade financeira até

rio-de-janeiro-quer-estender-estado-de-calamidade-financeira-at
Rio de Janeiro quer estender estado de calamidade financeira até
Alerj vota projeto de lei que estende prazo do estado de calamidade do RJ

RIO DE JANEIRO – O governo do Rio quer estender a validade do estado de calamidade financeira para enfrentar a crise econômica até o fim de 2018, um ano a mais do que o previsto no decreto original, publicado às vésperas da Olimpíada de 2016.

RIO – O governo do Rio quer estender até o fim de 2018 o período de vigência do estado de calamidade financeira, decretado em junho do ano passado e sancionado em novembro pela Assembleia Legislativa. Inicialmente, a medida valeria até o fim deste. O governo do Rio de Janeiro pediu a prorrogação do estado de calamidade pública até o fim de 2018. O decreto original, de novembro do ano passado, tem prazo de validade até o fim deste ano, mas, poderá ser ampliado por mais um ano, caso o projeto

Alerj vota hoje projeto que prorroga estado de calamidade financeira do Rio

Alerj vota projeto de lei que estende prazo do estado de calamidade do RJ
Alerj vota projeto de lei que estende prazo do estado de calamidade do RJ

A terça-feira (16) na Assembleia começa com a votação de dois projetos enviados pelo governo de Luiz Fernando Pezão: o PL 2.627/17 pretende ampliar o estado de calamidade financeira até o fim de 2018, enquanto o PL 2.800/17 concede um novo prazo

Prazo pode ser estendido até fim de 2018. Governo diz que medida é necessária porque Plano de Recuperação Fiscal dos Estados ainda não foi aprovado. Facebook · Twitter. Por G1 Rio. 16/05/2017 05h00 Atualizado há 7 horas. A Assembleia Legislativa. Em meio à crise do Estado, com atrasos de salários de servidores e bloqueios nas contas públicas, o Governo do Rio de Janeiro tenta ampliar o estado de calamidade pública. O decreto original, de novembro do ano passado, previa a validade até o fim


Secretário do RJ avalia que plano de recuperação fiscal será

A crise financeira pela qual atravessa o estado do Rio de Janeiro parece não ter fim. Servidores com atrasos nos vencimentos e os bloqueios nas contas públicas, o governo estadual pretende ampliar o estado de calamidade pública até dezembro de 2018.

Rio, 15 – O governo do Rio quer prorrogar até o fim de 2018 o prazo do estado de calamidade pública das suas finanças, previsto inicialmente para terminar neste ano. A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) deve votar nesta terça-feira, 16, o projeto de …

Rio – A Alerj votará, nesta terça-feira, o projeto de lei do governo estadual que estende a calamidade financeira do Rio até o fim de 2018. O texto foi enviado à Casa na semana passada. Com a lei aprovada no ano passado, o prazo acabaria no fim deste

Os deputados da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) votam nesta terça-feira (16) a ampliação do estado de calamidade pública financeira no Estado. Decretado às vésperas da Olimpíada, usada como justificativa para a medida, dessa vez o


Alerj vota nesta terça projeto que estende calamidade financeira do Rio até 2018

O secretário da Casa Civil do Rio, Christino Áureo, afirmou que o pedido de prorrogação do prazo de calamidade pública das finanças do Estado para 2018 ocorreu diante do atraso na tramitação do projeto que cria o Regime de Recuperação Fiscal (RRF). O governo do Estado do Rio espera que a aprovação do programa de socorro aos Estados no Senado, que pode ocorrer nesta semana, dê sinal verde para duas operações de crédito, no valor de R$ 6,5 bilhões, ainda neste ano. a. O Estado conta com

O governo do Rio quer estender a validade do estado de calamidade financeira para enfrentar a crise econômica até o fim de 2018, um ano a mais do que o previsto no decreto original, publicado às vésperas da Olimpíada de 2016. Apresentada pelo

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro decide hoje (16) se o estado de calamidade do Rio pode ser prorrogado até o fim de 2018. O projeto que pede a prorrogação do estado de calamidade financeira do Rio foi enviado à Alerj, na semana passada,

Related posts